Página Inicial



 Egito 




Egito 6/08/2015
   
     Hoje é um dia muito especial para Egito, para todos os egípcios e para o mundo, Um dia histórico que mudou a mapa do mundo, mostrou a grandeza do Egito e dos egípcios.
Me sinto honrado em registrar este grande acontecimento na história do Egito, inauguração do novo Canal Suez, momento liderado por grande presidente atual do Egito Abdel Fatah Al Sisi.
Em apenas um ano foram construídas 72 km do Mar, e Canal Suez se tornou de duas vias, com certeza isso terá fruto grande para a economia do Egito, um passo histórico que nós orgulha como egípcios.
Parabéns Egito, parabéns a todos os Egípcios !!


*****************************



Egito.. a mãe

O Egito é conhecido como o berço de faraós e de uma das civilizações mais antigas do mundo. É reconhecido por sua história e pelas pirâmides de Gizé e a Esfinge, além dos sítios antigos como o templo de Karnak e o vale dos reis. É um dos países mais importantes do Oriente Médio.

Tem muito mais pra conhecer lá do que apenas as pirâmides. Visite o Rio Nilo e o Mar Vermelho, que possui mais de mil espécies de peixes e corais, o Parque Nacional Marinho de Ras Muhammad, onde se pode mergulhar, os templos de Luxor e Karnak, para saber sobre o passado dos faraós, o museu do Cairo e muito mais.

3.500 anos atrás, quando Jesus ainda nem sonhava em andar pela Galileia, Luxor era chamado de Tebas, a capital política e espiritual do Egito Antigo. Ali reinaram Tuthmosis I (o faraó que substituiu as pirâmides pelas tumbas do Vale dos Reis), Hatshepsut (a única mulher faraó, mas que fingia ser homem) e Ramsés II (o maior de todos, que reinou 66 anos na época em que se morria com trinta). Ali o país atingiu o seu maior grau de evolução. O templo de Luxor reflete a importância do lugar.

Para os egípcios antigos, o universo era composto de dualidades – fértil e estéril, vida e morte, ordem e caos – mantidas em harmonia pela deusa Maat. Para manter esse equilíbrio, erguiam-se templos enormes dedicados aos deuses. No centro de todo povoado e dedicado a um deus específico ou a um conjunto de deuses, o templo era um centro econômico e político que empregava muitas pessoas da comunidade local e servia de prefeitura, centro médico e escola.

A silhueta oriental de Cairo é marcada pela Mesquita de Mohammed Ali, do século 19, que foi erguida por encomenda do governante reformista Mohammed Ali (não, não foi o lutador!)considerado o fundador do Egito moderno. A mesquita tem uma grande cúpula central e duas torres altas. O pátio possui um relógio que foi presente do rei Luís Filipe da França em retribuição ao obelisco da Place de la Concorde, em Paris.

O Museu Egípcio foi criado pelo governo do país em 1835 e, atualmente, exibe a maior coleção de antiguidades faraônicas do mundo, com mais de 120 mil peças. Possui um andar inteiro dedicado às riquezas guardadas no túmulo de Tut An Kamon, cujo reinado durou apenas dez anos.


***********************

*******


"EM NOME DE ALLAH,O CLEMENTE,O MISERICORDIOSO.LOUVADO SEJA ALLAH ,O SENHOR DO UNIVERSO,O CLEMENTE,O MISERICORDIOSO,SOBERANO DO DIA DO JUÍZO.SÓ A TI ADORAMOS E SÓ DE TI IMPLORAMOS AJUDA! GUIA-NOS A SENDA RETA,À SENDA DOS QUE AGRACIASTE,NÃO À DOS ABOMINADOS,NEM À DOS EXTRAVIADOS.AMEEN

***************



Sejam bem vindos no espaço Egípcio. اهلا و سهلا


***************








Alfabeto Árabe - الحروف العربى

Olá, então vamos conhecer um pouco do nosso alfabeto?
a escrita árabe e a leitora também, começa da direita para esquerda, encontrário
das outras idiomas, vamos aqui aprender um pouco como pronuncia cada letra

e também como se escreve.
espero que tinha ajudado um pouco.
abraços a todos.
Olá, então vamos conhecer um pouco do nosso alfabeto?
a escrita árabe e a leitora também, começa da direita para esquerda, encontrário
das outras idiomas, vamos aqui aprender um pouco como pronuncia cada letra
*************************


O Árabe Egípcio- العربى المصرى
 O alfabeto árabe deriva da escrita aramaica, de modo que pode ser comparado às semelhanças entre o alfabeto copta e o alfabeto grego. 
O alfabeto árabe é o principal alfabeto usado para representar a língua árabe, além do persa
e do berbere. Até 1923, era usado também para escrever o turco; a Turquia substituiu-o pelo alfabeto latino  (quando mudou o sistema político, com o fim do Império Otomano).





Khaled Emam