NECA-RJ

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO
Núcleo de Estudos da Cultura Árabe – Rio de Janeiro
NECA-RJ



Neca – Núcleos de Estudos de Cultura Árabe
Curso Técnico de Aprofundamento em Dança Oriental
Curso Técnico de Folclore e Danças Teatrais Árabes


Ementa
Cursos divididos em módulos quinzenais às quartas feiras das 18hs às 22hs na Universidade Castelo Branco, unidade Realengo. Professores Aischa Hortale, Gaby Shiba, Khaled Emam, Nadja El Balady e Natália Trigo. Carga horária: 72 horas cada curso, com previsão de 9 meses de duração cada um. Datas de início dos primeiros módulos em 2019: Curso Técnico de Dança Oriental – 13 de março; Curso Técnico de Folclore Árabe – 20 de março.

Objetivos
O Núcleo de Estudos de Cultura Árabe, através dos Cursos Técnicos de aprofundamento em Dança Oriental e Folclore Árabe, visa elevar a formação da(o) dançarina(o) profissional a um novo patamar. O corpo docente é formado por professores graduados, com reconhecimento de mercado e experiência na formação de profissionais da dança.

É objetivo dos cursos oferecer informações técnicas e teóricas essenciais para o desenvolvimento corporal e artístico das(os) alunas(os) para que possam exercer com eficiência aspectos concernentes à profissão no mercado de trabalho através do entendimento da essência da cultura árabe.
O olhar árabe proporciona a comunhão entre os conhecimentos teóricos e técnicos que traz o diferencial no desenvolvimento da essência da dança enquanto arte.

Para uma melhor prática de dança, as (os) alunas (os) terão acesso a informações concernentes a história da dança e da música, teoria musical, preparo técnico corporal, composição coreográfica, além das disciplinas fundamentais específicas relacionadas a dança oriental e dos folguedos populares do mundo árabe. Estas disciplinas são desenvolvidas exclusivamente para estes cursos, pensadas para preencher as lacunas dos processos de formação em geral.

Está previsto um espetáculo de formatura, onde as (os) alunas (os) terão a oportunidade de colocar em prática todo o seu aprendizado. Espera-se que ao final dos cursos, a(o) dançarina(o) tenha autonomia na aplicação de seus conhecimentos e possa alimentar o mercado com novos horizontes artísticos, inovando, espalhando conhecimento, criando e levando a prática da dança árabe a uma nova escala de evolução e reconhecimento.







Equipe: Neca-RJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grato por deixar seu comentário.